"Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”. Paulo Freire

terça-feira, 10 de julho de 2007

Cultura Popular e Educação


Local: EEB Gasparino Zorzi – Campos Novos
Período:09 a 13 de fevereiro de 2007.

Desenvolveram as atividades do Salto para o Futuro com o intuito de Capacitar a Equipe Gestora e desenvolver a interação e compartilhamento de Concepções Pedagógicas sobre a Cultura Popular relacionando-a Educação.

Algumas frases descritas no Relatório:
“Só os seres humanos tem capacidade de dar significados às ações que praticam, á realidade natural, à realidade construída e aos comportamentos de pessoas e animais.”

“Quando se trabalha o conceito Folclore, o que se deve levar em consideração é a compreensão dos muitos caminhos que se pode percorrer e que este permanece vivo e em constante transformação.”

“Que as manifestações festivas tenham um sentido e não apenas ‘a festa pela festa’, mas que procure transmitir algo bom, agradável não importando o sentido social ou religioso enfim, um lazer a todos os participantes sem distinção.”

“Então leitor (a),
se você quiser conhecer um pouco mais do povo brasileiro – o seu povo, um mergulho no muno das histórias torna-se indispensável, e assim, quem sabe, você possa somar novas informações ao texto que agora se encerra.
Entrou pelo pé do pato
Saiu pelo pé do pinto
E quem quiser
Que conte cinco”.


“O artista transfere seu sonho para o objeto que cria, cada objeto é único, mesmo que se repetido. O artesanato ou a arte popular, é vista com menos importância. Não se reflete que justamente neste trabalho não está apenas o trabalho manual, mas o sentimento de quem o criou.”


“Só iremos pensar se conhecermos o assunto> Um boa maneira de se preservar ‘nosso patrimônio”, é desenvolver junto à escola, família e comunidade atividades de documentação e registros de todas as manifestações do povo”.

Nenhum comentário: