"Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”. Paulo Freire

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Inscrição do ENEM em horários alternativos


Instituto indica acesso entre 6h e 8h e a partir das 20h. 

No 1º dia de inscrições, candidatos reclamaram de erro em CPF. 
O site de inscrições do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) 2015 está com o sistema lento em função do grande número de acessos. Nesta tarde de terça-feira (26), candidatos que tentaram fazer a inscrição tiveram problemas para acessar o cadastro.

HORÁRIOS ALTERNATIVOS 

- 6 às 8h 
- a partir das 20h, segundo o Inep 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira (Inep) sugeriu, em seu perfil no Twitter, que os candidatos façam suas inscrições em horários alternativos.

Ao G1, o instituto detalhou que os períodos com menor tráfego no site estão entre 6h e 8h e a partir das 20h.

No primeiro dia de inscrições o sistema registrou demanda maior que no ano anterior. Foram 410 mil inscrições no primeiro dia de abertura do sistema. A expectativa do Ministério da Educação (MEC) é receber ao menos 9 milhões de inscrições.

Já no primeiro dia de inscrições alguns candidatos relataram dificuldades para confirmar o número do CPF e a data de nascimento no processo de inscrição no site do exame.

Enem obrigatório para Fies

O Ministério da Educação (MEC) publicou na edição desta terça do "Diário Oficial da União" uma portaria que torna o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) obrigatório para todos os candidatos ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), inclusive professores de escolas públicas e alunos formados até 2010. A regra passa a vigorar a partir de primeiro de janeiro de 2016. 

ATENÇÃO

A partir de janeiro, apenas candidatos que tiverem feito 450 pontos no Enem e não tiveram zerado a redação poderão se candidatar ao crédito estudantil pelo Fies. Antes da determinação, os professores que exercessem o magistério em escolas públicas e os alunos que concluíram o ensino médio até 2010 não precisavam fazer o exame.

Nenhum comentário: