"Continuo buscando, re-procurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade”. Paulo Freire

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Concurso desafia aluno a usar ciência para comunidade

Você desenvolve algum projeto inovador que vise a melhoria da sua comunidade? O concurso educacional Respostas para o Amanhã, promovido pela Samsung, tem como objetivo premiar trabalhos desenvolvidos, com ajuda de um professor, por alunos do ensino médio de escolas públicas, que repensem problemas de seus bairros e cidades com propostas e soluções que envolvam ciências, matemática, tecnologia e engenharia.
O prêmio é uma adaptação do concurso norte-americano Solve for Tomorrow, que também gira em torno de desafiar os estudantes a aplicar conceitos de Steam (sigla em inglês para ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática) na solução de problemas da comunidade em que vivem. A versão latino-americana tem coordenação geral do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), além do apoio da Unesco.

Premiação Samsung Ciência Comunidade

 A segunda edição do concurso visa estimular ideias criativas e sustentáveis para problemas sociais, além de ajudar na interação entre os jovens e na aplicação de conceitos de ciências, matemática e lógica vistos em sala de aula. Uma novidade dessa edição é o acesso que os professores responsáveis terão ao Percurso Formativo, uma plataforma virtual exclusiva, onde haverá reflexões e dicas que os ajudarão a guiar o trabalho dos alunos. Esses, por sua vez, podem registrar o progresso das atividades no espaço Mochilão.
Esse ano, além do Brasil, mais sete países participarão da competição: Argentina, Chile, México, Panamá, Paraguai, Peru e República Dominicana.

Seleção e Premiação
De todos os inscritos, a comissão julgadora irá escolher os 20 melhores trabalhos em nível nacional. Os selecionados receberão um kit com um notebook e uma câmera, para que os alunos produzam um vídeo, de até três minutos, de seus projetos.
Posteriormente, os cinco melhores grupos serão escolhidos também pela comissão julgadora. Os vídeos desses trabalhos serão disponibilizados no site para votação pública. O vencedor dessa votação receberá um troféu e os membros dos grupos ganharão smartphones, além de dois tablets, que serão presenteados ao professor-orientador e ao diretor da escola.
A comissão julgadora se reunirá novamente para decidir sobre o grande vencedor nacional. A escola do projeto escolhido ganhará, além dos prêmios mencionados acima, 40 notebooks para instalação de um laboratório.

Como foi em 2014
A primeira edição do concurso Respostas para o Amanhã contou com a participação de 27 mil alunos, 1300 professores e 2200 projetos de um total de sete países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Panamá e México.
A Escola Estadual Tristão de Barros, de Currais Novos, no Rio Grande do Norte, foi a grande vencedora brasileira. Com o projeto “Equilíbrio: Para uma inclusão sustentável e um meio ambiente melhor”, os alunos deram novos usos ao lixo eletrônico encontrado pela cidade. Com ajuda do professor de física, eles construíram três protótipos: um mouse que utiliza a câmera de um celular para ampliar o texto no monitor para pessoas com problemas de visão; um conjunto de bengala e pulseira com vibração, que avisa deficientes visuais sobre obstáculos e uma cadeira de rodas elétrica, que recebe comandos por um controle de videogame.
Os interessados em participar do concurso devem realizar a inscrição até o dia 20 de setembro pelo link.

Nenhum comentário: